Ranking da Copa Libertadores
Apresentamos os 20 times que conseguiram mais pontos na história da Copa Libertadores. Uma tabela que não depende dos títulos e contaremos os motivos.

tabla
Apesar de ter conquistado 3 títulos, más ficando atrás de Independiente que foi campeão 7 vezes, o Clube Nacional de Futebol é o time que mais somou pontos na história da Copa Libertadores. Os motivos são basicamente três: o sucesso, a regularidade e por ser de Uruguai. Ser do país oriental é uma vantagem, já que neste caso Nacional e Peñarol dominam o futebol local ganhando a maioria dos títulos, e por esse motivo é bem comum que se classifiquem para a Copa Libertadores. De todas formas, Nacional em matéria de participações, quebra todos os recordes e transcende qualquer vantagem que possa ter. Jogou em todas e em cada uma das copas desde 1997, isso sem dúvidas é impressionante. Estará presente novamente na edição de 2015, o qual poderá aumentar a diferença com o segundo colocado, seu rival Peñarol. Além disso, em 2015 participará por 42º vez, e ambos times uruguaios ficaram igualados como os times com mais participações na copa. Nacional, também é o time que mais jogos disputou. Como mencionamos, Peñarol é o segundo da tabela, com quatro pontos atrás de Nacional. Apesar de não participar da edição de 2015, possui vários recordes. É o time que mais jogos ganhou, que marcou mais gols, más também foi o que mais perdeu e levou gols. Ambos times uruguaios acumularam 8 títulos em 16 finais disputadas (5 e 10 de Peñarol; 3 e 6 de Nacional).

Depois dos dois grandes times do Uruguai, seguem os dois mais grandes da Argentina, com uma peculiaridade: River Plate, dono de 2 títulos, soma 502 pontos, más Boca Juniors, que foi campeão 6 vezes, soma 445. A chave para isso é a eficácia, já que Boca ganhou 6 das 24 edições que disputou. River Plate foi um grande animador do torneio, em especial nos anos 60, 80 e 90, descendendo ao mesmo tempo que Boca ganhava protagonismo a partir do ano 2000.

Seguindo com a dupla de países, em quinto e sexto lugar aparecem os dois grandes do Paraguai, outro país, que como Uruguai, apresenta um futebol local monopolizado pelos grandes. Olímpia com 3 títulos e 401 pontos, tem uma grande história que presumir e é o melhor time, se não incluímos os times dos países campeões do mundo (Brasil, Argentina e Uruguai). Olímpia se inclui no grupo de times com 100 triunfos ou mais. Cerro Porteño com 379 pontos em 36 apresentações pisou firme e continuou na copa, porém não conseguiu ganhar apesar de ter chegado 3 vezes às semifinais nos últimos 18 anos.

Se falamos de campeões sem coroa, o que falar do sétimo do ranking? América de Cali, que soma 322 pontos em apenas 19 edições, é um time que chegou 10 vezes às semifinais. Tem mais de 50% de eficácia e ganhou 4 finais, más nunca conseguiu ser campeão, perdendo incrivelmente, por exemplo, a final de 1987. No oitavo lugar, aparece outro time que nunca foi campeão, Bolívar de La Paz, que participou em 30 edições e é o time mais bem-sucedido de seu país, que na última edição chegou às semifinais e ficou perto de quebrar a crise de Bolívia, de nunca ter tido um time na final.

Para encerrar o top 10, voltamos as duplas e encontramos os dois melhores times de Chile, Colo Colo com 303 pontos e Universidad Católica com 291 pontos. Entre eles, o mérito tem Colo Colo, já que conquistou para Chile o único título em 1991.
Entre o 11º e o 20º lugar encontramos times muito importantes, entre eles São Paulo (11º), o melhor time do Brasil. Se ao dizer que era uma vantagem ser de Uruguai ou Paraguai, é o contrário com Brasil, já que há vários times grandes e a classificação para a Libertadores é diferente. Cruzeiro 12º lugar, Palmeiras 14º e Grêmio 15º, são os outros que aparecem no ranking e todos foram campeões.

Surpreende a posição de Independiente, que aparece em 16º lugar com 241 pontos. Apenas participou de 19 copas e pelos sistemas dos anos 70, entravam na semifinal cada vez que era campeão. Assim, os Rojos de Avellaneda conseguiram algo que nenhum outro time conseguiu, 7 títulos em 19 edições com uma efetividade de 36.85%.

Ranking da Copa Libertadores
Votar